Redação

07/08/2020 - 4 minutos de leitura.

Pistão de Aston Martin vira garrafa de whisky de R$ 350 mil

Pistão original de um Aston Martin DB5 virou garrafa para whisky premium; terá apenas 25 garrafas produzidas

aston martin
BLACK BOWMORE DB5 1964 Crédito: ASTON MARTIN
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Aston Martin tem feito de tudo. Produzir carros da década de 1960, mas zero-km, motos de luxo e agora garrafas de whisky. A empresa fez uma parceria com a destilaria Bowmore, e mostrou o “Black Bowmore DB5 1964“. O conceito mescla uma garrafa produzida com vidro e um pistão original de DB5 para o whisky do tipo “single malt” de 31 anos da parceira.

A série limitada terá apenas 25 garrafas produzidas. Elas começam a ser vendidas no último trimestre de 2020 ao preço de 50 mil libras esterlinas; ou cerca de R$ 350 mil na cotação atual, sem impostos. Segundo as parceiras, a edição limitada é “uma celebração do tempo e um momento definitivo na história para as duas empresas”.



Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

ASTON MARTIN

1964 foi ano marcante para Aston Martin e distilaria Bowmore

O 1964 no nome da edição especial da bebida tem um significado para as duas marcas. No caso da Aston Martin é a chegada do Aston Martin DB5 as ruas. O modelo foi lançado em 1963 e se tornou desde então um dos mais icônicos carros ingleses já produzidos. Ele ganharia ainda mais fama graças a participação na franquia James Bond.

Para a distilaria que tem mais de 240 anos de história foi o momento de modernização da produção. A empresa parou de usar carvão para aquecer as caldeiras e passou a usar um novo dispositivo com aquecimento por vapor. O Black Bowmore surgiu ali e este lançamento atual é apenas a sexta vez que ele é engarrafado. Desde 1993, última vez, cerca de 6 mil unidades foram engarrafadas.

Além da garrafa e do seu conteúdo, o kit do Black Bowmore DB5 1964 contém uma caixa feita a mão, com detalhes niquelados, como as braçadeiras e travas. Há ainda um livro que conta, entre outras coisas, a saga para levar as novas caldeiras, em 1964, de Glascow, Escócia até Islay, a ilha onde fica a destilaria. As garrafas foram produzidas manualmente pela Glasstorm, uma empresa baseada na Escócia e especializada em design de vidro. Cada uma levou uma semana para ser produzida.

ASTON MARTIN

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais