Redação

16/04/2020 - 3 minutos de leitura.

Vendas da Tesla na China crescem 450%

Indústria automobilística da China, entretanto, teve queda de 43,4%, o que prova a força na marca no gigante asiático

Tesla Cybertruck Crédito: Tesla/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Na contramão da crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), que atinge fortemente a indústria automobilística, os emplacamentos de carros da Tesla na China cresceram 450% em março. Os dados são da consultoria de automóveis LMC Automotive.

CURTA O CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

Em números absolutos, no mês de março foram 12.709 registros dos carros da montadora especializada em elétricos. No mês anterior, em fevereiro, apenas 2.314 unidades foram registradas.

A crise causada pela Covid-19 continua a ter impactos negativos importantes na indústria automobilística. No total, as vendas na China caíram 43,4%. O número demonstra o movimento contrário registrado pela Tesla em suas vendas.

Ações da Tesla também tiveram alta

Além do número expressivo obtido com as vendas na China, a Tesla também ganhou uma recomendação de compra da Goldman Sachs. Estes fatores se somaram para valorizar as ações da montadora, também noticia a Reuters. As ações da Tesla acumularam um ganho de 26% na semana até quarta-feira, 15.

Cidade norte-americana oferece 1 bilhão para Tesla

O presidente da Câmara do Comércio da Área de Joplin, Toby Teeter, usou o Twitter para chamar a atenção de Elon Musk. Segundo Teeter, “Joplin está oferecendo um pacote de incentivos e economias no valor de 1 bilhão de dólares”. O objetivo é receber a nova fábrica da Tesla.

Em março, Musk também havia usado a rede social para anunciar a procura por um local para a fábrica.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


OFERTA EXCLUSIVA

Tesla Model S S