Marcas que ficaram de fora do Salão do Automóvel 2018

Seis marcas decidiram não participar do Salão do Automóvel deste ano. Entre as razões está o custo elevado

Volvo XC40
Crédito: Entre as ausências do Salão, o público não terá a oportunidade de ver o Volvo XC40, o lançamento mais importante da marca no ano. Foto: Nilton Fukuda/Estadão

A 30ª edição do Salão do Automóvel, que começa na próxima quinta-feira, dia 8, vai reunir 29 marcas de automóveis. De acordo com a Anfavea, este será “o maior salão da história”. Mas algumas montadoras ficarão de fora da festa, que terá dez dias de duração. É o caso de Jaguar, Land Rover, Volvo, Peugeot, Citroën e JAC.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

Jaguar, Land Rover e Volvo optaram por participar de eventos paralelos, menos generalistas e mais exclusivos. A Volvo, por exemplo, fez o lançamento do XC40 (sua estreia mais importante do ano) em Itajaí, Santa Catarina. A ideia foi aproveitar a passagem da Volvo Ocean Race pela cidade, no primeiro semestre.

De acordo com um assessor da marca, a competição de vela oceânica atrai o público que a marca deseja atingir. Durante o período em que Itajaí serviu como base da competição, a Volvo informa que passaram pela Race Village (espaço montado para receber convidados) cerca de 400 mil pessoas. “Nesse ambiente, respira-se o universo Volvo”, afirma a fonte da empresa.

A razão da ausência da Jaguar Land Rover no salão (as duas marcas são do mesmo grupo) é basicamente a mesma da Volvo. Para ficar mais próxima de seu público (e não ter de dividir atenção com outras dezenas de marcas), a empresa procura realizar eventos paralelos, direcionados a sua clientela.

Custos são altos

Os custos para participar de uma exposição como o Salão do Automóvel são altos – mesmo para os padrões de marcas premium, como Jaguar, Land Rover ou Volvo.

De acordo com estimativas extra-oficiais, o preço de locação do metro quadrado é de cerca de R$ 450. Assim, só o espaço custaria R$ 450 mil para um estande de 1.000 m2. Dependendo do tipo de decoração, o custo inicial pode ser facilmente triplicado. Com mão de obra (modelos, seguranças, técnicos, etc.), alimentação, aparato de iluminação e demais gastos, o total pode exceder os R$ 2 milhões. Há quem diga que algumas marcas gastam mais de R$ 7 milhões em dez dias de evento.

Saiba quem vai participar do Salão do Automóvel

Audi
BMW
Chery
Chevrolet
Chrysler
Dodge
Ferrari
Fiat
Ford
Honda
Hyundai
Jeep
Kia
Lamborghini
Lexus
Lifan
Maserati
Mercedes-Benz
Mini
MItsubishi
Nissan
Porsche
Renault
Subaru
Suzuki
Toyota
Volkswagen

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas