HAIRTON PONCIANO

30/07/2020 - 8 minutos de leitura.

Nova Fiat Strada encara a VW Saveiro para ser sucesso de crítica e público

Totalmente renovada, mais equipada e ainda mais barata, picape da Fiat demonstra que tem condições para ampliar (ainda mais) a vantagem em vendas

strada
FIAT STRADA VOLCANO Crédito: FIAT
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Strada costumava ser um sucesso de público e um fracasso de crítica. Mesmo sem ser melhor que a Volkswagen Saveiro, a Fiat sempre vendeu mais. No último confronto da dupla feito pelo Jornal do Carro, há quatro anos, a representante da marca alemã confirmou mais uma vez sua superioridade. Enquanto isso, a picapinha da italiana dava o troco nas vendas.

Mas as coisas mudaram. A segunda geração da Strada evoluiu em praticamente tudo. Com isso, deve manter e até ampliar a liderança de mercado. Mas será que finalmente a Fiat superou a rival? Fizemos um comparativo virtual com a dupla. O duelo foi entre as versões de topo, com cabine dupla. A Strada Volcano, agora com quatro portas, é tabelada a R$ 79.990 e a Saveiro Cross (está sentado?) começa em R$ 92.690, ou R$ 12.700 a mais. A diferença é suficiente para comprar um scooter Honda PCX (R$ 12.589), por exemplo.



strada
VW

A Strada dá outro pulo à frente por ter quatro portas. Na Saveiro, há apenas duas, o que dificulta o acesso para quem vai atrás. Além da facilidade, as portas traseiras da Strada têm bom ângulo de abertura (80º), o que melhora ainda mais a tarefa de entrar e sair da cabine. De qualquer forma, embora as duas sejam homologadas para levar três pessoas atrás, na prática o espaço é para dois. E com algum prejuízo para o conforto, porque o espaço não é muito generoso em nenhuma.

A Saveiro é um carro mais gostoso de dirigir. Além de ser cerca de 50 kg mais leve (1.125 kg, ante 1.174 kg da Strada), na versão de topo a VW é mais potente. O motor 1.6 de comando duplo e 16 válvulas gera até 120 cv. O 1.3 de comando único, oito válvulas e até 109 cv da Fiat não é páreo para o concorrente.

FIAT

A Saveiro tem dirigibilidade semelhante à do Gol. Capacidade de aceleração e retomadas são muito boas. Há força desde as baixas rotações, o que diminui a necessidade de reduções de marcha. A VW divulga aceleração de 0 a 100 km/h em 10 segundos e máxima de 177 km/h. Apesar de ter motor menor, a Strada agrada. Um dos segredos está na relação mais curta das marchas, que dá bastante agilidade, mesmo em subidas. A Fiat informa 0 a 100 km/h em 11,2 s e máxima de 168,4 km/h.

As duas têm câmbio manual de cinco marchas, mas também nesse caso a vantagem é da Saveiro, que oferece engates mais justos e rápidos. Na Fiat, o curso da alavanca é maior. No ano que vem o modelo da marca italiana irá ganhar opção automática do tipo CVT.

Na Strada, a direção é elétrica, enquanto na Saveiro a assistência é hidráulica, que confisca um pouco de potência do motor. Em termos de estabilidade, a picape da VW leva ligeira vantagem, por ter suspensão mais firme, com molas helicoidais no eixo traseiro (como nos carros de passeio).

Mas, se a Saveiro é melhor como “carro”, a Strada leva vantagem como picape. O modelo da Fiat mantém a suspensão traseira com molas parabólicas, mais apropriadas para levar carga. A Strada balança mais em curvas, mas pode carregar 650 kg, contra 615 kg da Saveiro.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Estilo da Strada domina

No quesito visual, a Strada chama muito mais atenção. O modelo da VW recebeu a última reestilização em 2016. De frente, a Strada lembra o Argo e tem luzes diurnas e faróis de LEDs. O estilo da dianteira da Saveiro, igual à do Gol, não causa o mesmo impacto. De lado, a Strada lembra a Toro, outra boa referência visual. A Saveiro é caracterizada pelas linhas mais retas, marca de todos os carros da VW.

Por dentro, as coisas se invertem. O painel da Strada é muito parecido com o do Mobi, com o velocímetro englobando o mostrador digital, que traz computador de bordo e outras informações, como pressão de pneus (presente também na Saveiro).

VW

A VW feita em São Bernardo do Campo (SP) traz o clássico quadro de instrumentos com conta-giros e velocímetro grandes, englobando termômetro e marcador de nível de combustível, menores. Em ambas, o acabamento é simples e os tecidos que revestem os bancos têm padronagem de bom gosto.

Equipamentos

A Strada de cabine dupla vem com air bags laterais, enquanto a Saveiro só oferece os frontais, obrigatórios por lei no País. As duas têm de série central multimídia, mas a da Fiat é bem mais moderna. Um dos destaques é a projeção do conteúdo de smartphones sem necessidade de utilização de cabo. O modelo da Fiat oferece duas portas USB, contra uma da Saveiro.

VW

Dessa vez, a Strada virou o jogo. E não para por aí. A Fiat prepara ainda a chegada da chamada Strada “fase 2”. Além do câmbio automático (não disponível na Saveiro), a picapinha feita em Betim (MG) receberá sistema de carregamento de celular sem fio e caçamba com cobertura rígida (como na Toro Ultra).

As novidades devem chegar no fim do ano, ou – se houver atraso por causa da pandemia – no início de 2021. Parece que chegou a vez de a Saveiro se mexer. Cumprindo as normas de distanciamento social, a Strada ficou bem longe da rival.

VW

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


OFERTA EXCLUSIVA

Fiat Toro Ultra 2.0 AT9 4x4 Diesel