Hairton Ponciano

12/02/2020 - 7 minutos de leitura.

Comparativo: Chevrolet Onix leva a melhor sobre o Hyundai HB20

Onix e HB20 chegaram às lojas quase juntos, mas o hatch da Chevrolet está conseguindo sair do showroom antes do Hyundai

chevrolet onix hyundai hb20
O Hyundai HB20 Diamond Plus custa R$ 77.990, bem mais que os R$ 71.790 do Chevrolet Onix Premier. Os dois têm motor 1.0 turbo e câmbio automático de seis marchas Crédito: Tiago Queiroz/Estadão
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Algumas “coincidências” marcaram o lançamento dos novos HB20 e Onix. Os dois hatches chegaram praticamente juntos às lojas do País – o Hyundai estreou em outubro e o Chevrolet, em novembro. Nas versões mais caras, ambos são equipados com motor 1.0 turbo de três cilindros e câmbio automático de seis marchas. Além disso, os compactos se destacam pela boa oferta de tecnologia, algumas exclusivas na categoria. Mas nem tudo são semelhanças. Neste comparativo, as opções de topo de linha expõem também algumas diferenças. Uma das principais é que o Onix vem conseguindo agradar mais clientes que o HB20.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

O preço é um dos fatores que pesam a favor do Chevrolet. A versão Premier sai a R$ 71.790, ante os R$ 77.990 da Diamond Plus do hatch da Hyundai.

No quesito motor, o 1.0 turbo do Onix gera 116 cv de potência e 16,8 mkgf de torque. São números ligeiramente inferiores aos 120 cv e 17,5 mkgf do HB20 (ambos são flexíveis).

Na garantia, a Hyundai leva a melhor ao oferecer cinco anos, ante os três da Chevrolet. Por outro lado, o Onix tem seguro mais barato.

Na lista de equipamentos, cada um tem seus trunfos. Os do Onix são internet a bordo, seis air bags (quatro no Hyundai) e até auxiliar de estacionamento. O HB20 contra-ataca com frenagem automática e leitor de faixa de rolamento.

Em vendas, o Onix dá um banho. Em janeiro foram 17.463 unidades – quase 170% a mais que os 6.555 emplacamentos do HB20. Ainda que o total da Chevrolet inclua o modelo antigo (Joy), a liderança é tranquila. Neste duelo, ficou claro que a “voz das ruas” tem razão.

Tecnologia é ponto alto de Onix e HB20

Embora o motor do HB20 leve ligeira vantagem “no papel” (por ter quatro cv a mais de potência e ser 0,7 mkgf mais forte), na prática o Onix passou a impressão de oferecer maior agilidade nas respostas. O Hyundai apresentou uma leve demora antes de reagir.

Os dois hatches são silenciosos e têm rodar suave. Em ambos, a suspensão é confortável. Conseguem filtrar as imperfeições do piso e garantem boa estabilidade. Da mesma forma, em nenhum deles o motor apresenta vibração, apesar do número ímpar de cilindros.

As trocas de marcha são suaves, mas só o Hyundai tem opção de mudanças manuais por meio de borboletas no volante. A tecla na alavanca do Chevrolet está longe de ser prática.

Em tamanho, o Onix é mais encorpado. São 4,16 metros de comprimento, 22 cm a mais que os 3,94 m do HB20. Não há muita diferença na distância entre os eixos (2,55 m no Chevrolet e 2,53 m no Hyundai.

Na prática, o Onix recebe melhor quem viaja no banco traseiro, pois há mais espaço para pernas. Em compensação, seu porta-malas é menor: são 275 litros, ante 300 l do HB20.

O Chevrolet tem seis air bags desde a versão de entrada, enquanto no HB20 as quatro bolsas estão disponíveis apenas nas versões mais caras. Além disso, diferentemente do Chevrolet, o Hyundai não oferece luzes de LEDs de uso diurno.

O Onix tem rodas de liga de 16 polegadas. As do HB20 são de 15”. Só o HB20 traz sistema start&stop, que desliga e religa o motor automaticamente.

Opinião – Simon diz: ‘O bom design provoca’

Falar de estilo é entrar no campo minado da subjetividade, mas vamos lá. Durante o lançamento do HB20, no ano passado, o designer responsável pela reestilização do modelo, o inglês Simon Loasby, disse que uma das premissas de seu trabalho era “sair da zona de conforto”. “O bom design deve provocar.”

Se Simon diz, está falado. Na brincadeira infantil, quando o mestre (Simon, no original em inglês) manda, os demais obedecem. Mas a realidade é diferente. Contrastando com a esportividade do HB20 anterior (em grande parte responsável pelo sucesso do modelo), o novo hatch aparenta ser um animal domesticado. A dianteira e as lanternas traseiras ficaram mais baixas. Quanto ao Onix, houve evolução em todos os sentidos, incluindo aparência, segurança, espaço, etc.

Prós e contras

Chevrolet Onix

Prós: Custo-benefício
Além de oferecer bom nível de equipamentos, Onix tem preço inferior ao dos rivais e seguro mais barato.

Contras: Autonomia
O tanque de combustível, com apenas 44 litros, obriga a paradas mais frequentes.

Hyundai HB20

Prós: Garantia
Os cinco anos de cobertura de fábrica são um dos apelos da marca. E leitor de faixa de rolamento é exclusividade.

Contras: Espaço
A acomodação no banco traseiro não é tão boa como no concorrente.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais